a
HomeNotíciasCorrupçãoBrasil se mantém como um dos países com maior percepção de corrupção

Brasil se mantém como um dos países com maior percepção de corrupção

Em ranking global, país aparece na 94ª posição. Transparência Internacional alerta para retrocessos no combate às fraudes no serviço público

 

Levantamento da Transparência Internacional aponta que o Brasil se mantém estagnado na percepção da corrupção. No ranking geral, o Brasil aparece em 94º lugar de 180 nações onde a corrupção é mais percebida. A entidade utiliza uma nota que vai de 0 a 100 para avaliar cada país. Quanto mais próximo de 100, menos se tem percepção de corrupção.

Dinamarca e Nova Zelândia, ambas com 87 pontos, aparecem no primeiro lugar da lista, seguidas da Finlândia (86) e Singapura, Suécia e Suíça, com 85 pontos cada. Venezuela (16), Iêmen (15), Síria (13), Sudão do Sul (12) e a Somália (9) estão nos piores lugares, com níveis mais elevados de corrupção.

Interferência na PF

O Brasil passou da 106ª posição em 2019, para a 94ª em 2020. Mas o levantamento aponta que o país enfrenta sérios retrocessos no combate à corrupção. A organização lembra que o presidente Jair Bolsonaro é investigado em inquérito que corre no Supremo Tribunal Federal (STF), acusado de tentar interferir na Polícia Federal.

Lembra também que o procurador-geral da República, Augusto Aras, que teria como papel fiscalizar e denunciar atos ilegais no governo, está alinhado com o presidente Jair Bolsonaro. O relatório pontua que Aras tentou acessar arquivos da Lava-Jato que estavam em Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo, além de fazer críticas públicas à operação, o que levou ao pedido de demissão de procuradores.


  • Capa: Marcos Correa, PR

Fonte: Renato Souza, Correio Braziliense 

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.