a
HomeNotíciasBrazil is back… ao mapa da fome, à escravidão, ao fundo do poço

Brazil is back… ao mapa da fome, à escravidão, ao fundo do poço

O publicitário Nizan Guanaes, que defendeu a tese de que Michel Temer é bom porque é impopular e portanto não deve satisfações a ninguém, tenta vender ao governo uma campanha publicitária internacional com o mote “Brazil is back”; como o golpe produziu um recorde de desempregados e devolveu milhões à pobreza, Nizan poderá dizer que o Brasil voltou ao mapa da fome e conseguiu até liberar o trabalho escravo – tudo isso, graças à habilidade de Temer, rejeitado por 95% dos brasileiros

 

Autor da tese de que Michel Temer é bom porque é impopular e portanto não deve satisfações a ninguém, o que abre as portas para aprovar medidas impopulares na sociedade, o publicitário Nizan Guanaes tenta emplacar uma campanha para enaltecer a imagem do Brasil no exterior.

A ideia do publicitário, que se reuniu com Temer na última sexta-feira 10, num encontro fora da agenda, segundo o colunista Lauro Jardim, é promover o País numa campanha publicitária com o mote “Brazil is back” – “O Brasil está de volta”, em português.

Considerando a situação brasileira depois do golpe parlamentar que levou Temer à presidência, será possível dizer, nesta campanha, que “o Brasil está de volta” ao mapa da fome, ao trabalho escravo, à disparada do desemprego, a um ambiente precário em direitos trabalhistas, entre outros elementos.

O golpe produziu um recorde de desempregados e devolveu milhões à pobreza. Por meio de medidas prometidas pelo Planalto para se livrar de denúncias de corrupção na Câmara, o Brasil conseguiu até liberar o trabalho escravo, tudo isso, graças à habilidade de Temer, rejeitado por 95% dos brasileiros.

 

Fonte: Brasil 247

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.