a
HomeNotíciasCondsef/FenadsefCondsef completa 29 anos de luta

Condsef completa 29 anos de luta

Tendo nos sindicatos gerais sua base de sustentação, a Condsef é um modelo organizativo de participação coletiva onde a crença na unidade e mobilização são fundamentais para dar força ao projeto de defesa dos servidores e serviços públicos

 

Foi num dia 28 de agosto, em 1990, que servidores federais de todo o Brasil se reuniram após realização de três congresso consecutivos para criar a Condsef que nasceu Confederação Democrática dos Trabalhadores no Serviço Público Federal. Só em 1996, em uma plenária estaturária realizada no Rio de Janeiro, a entidade passou a ser conhecida e reconhecida como Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal. Em 2016 deu-se mais um passo importante nessa história de organização e unidade. Foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) o registro sindical da Federação Nacional dos Trabalhadores do Serviço Público Federal (Fenadsef).

Filiada à Central Única dos Trabalhadores (CUT), Diap, Dieese e integrante do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Federais (Fonasefe), a Condsef/Fenadsef começou movida pelo ideal de um grupo de pessoas e hoje, representa mais de 800 mil servidores e empregados públicos em todo o Brasil sendo reconhecida como entidade representativa de cerca de 80% do total de servidores do Executivo, a maior da América Latina no seu segmento. 

Em 29 anos, a Confederação nunca esmoreceu diante dos desafios. Não foram poucos. Nessas quase três décadas, a entidade passou por governos que adotaram políticas neoliberais com congelamento salarial e encaravam servidores e serviços públicos como gasto e não investimento. Dessa vez estamos diante de um cenário que nos impõe novos e duros desafios. 

Não só enfrentamos o arrocho e uma política austera que retira o protagonismo do setor público como aliado no desenvolvimento econômico com justiça social. Vivemos um momento onde servidores têm sido alvo constante. O atual governo adotou uma postura que não apenas promove o desmonte de órgãos importantes para a população, o congelamento salarial, a não realização de concursos, mas expõe servidores a situações graves. Há um clima de animosidade que envolve provocações, desconfiança e até mesmo desprezo e desrespeito que não podem ser admitidos.

A serviço do Brasil e dos brasileiros

Servidores não estão a serviço de ideologias, partidos, nem de governos. Servidores públicos estão a serviço do Brasil e da população brasileira. E é em defesa do acesso a serviços de qualidade a que essa população tem direito, pela valorização dos profissionais que dedicam sua vida laboral a essa tarefa diária que seguimos nossa luta. 

“Vamos continuar a cobrar com firmeza do governo e dos políticos a responsabilidade com a verba pública, como sempre fizemos independente de quem está ocupando o cargo mais alto da República” – esse trecho retiramos de nosso editorial de 25 anos, completados em 2015. O que nos prova o que novamente lá atrás já defendemos. “Se nós temos a convicção de que nossa luta é justa, não há quem possa nos calar. A persistência é nosso maior trunfo”. 
 
Unidade. Consolidando e fortalecendo nossa luta em comum, seremos capazes de atravessar os obstáculos, superar todos os desafios que devem seguir se apresentando, como lá atrás enfrentamos e vencemos muitos. Parabéns aos lutadores e lutadoras que seguem acreditando no que fez e faz da Condsef/Fenadsef, há 29 anos, a maior entidade representativa de servidores federais e empregados públicos da América Latina. ADIANTE!

 

Fonte: Condsef/Fenadsef

 

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.