a
HomeNotíciasFeminismoMulheres convocam para ato contra a Reforma da Previdência

Mulheres convocam para ato contra a Reforma da Previdência

PEC 6/2019 é prejudicial à toda população do País, mas principalmente às mulheres, tendo-se em vista a dupla jornada de trabalho e a dificuldade de acesso a pensões e benefícios sociais, que a proposta impõe

 

Movimentos sociais, entidades e centrais sindicais se reuniram nesta semana para organização de ato específico das mulheres contra a proposta de destruição da Previdência Social, apresentada por Bolsonaro. O encontro se deu na Liderança da Minoria, na Câmara dos Deputados. Como deliberação coletiva, ficou marcada atividade para o próximo 11 de abril, quinta-feira, no auditório Nereu Ramos, na Câmara, a partir das 9 horas. Estão previstos depoimentos de mulheres de diversos setores sociais sobre os impactos da alteração previdenciária pela perspectiva de gênero, com o intuito de sensibilizar mais parlamentares sobre a gravidade da PEC 6, independentemente de partido político.

Secretária de administração da Condsef/Fenadsef, Jussara Griffo reforça que a proposta do governo é injusta especialmente com as trabalhadoras do setor público das três esferas de governo, as trabalhadoras rurais, as professoras, as domésticas e as mulheres donas de casa que dependem de pensão para sobreviver. Em jornada de debates realizada pelo Dieese nesta semana, o economista Clóvis Scherer enfatizou que as pensões podem ser reduzidas em até 60% de seus valores e que não há garantia nem mesmo de salário mínimo, caso a Reforma da Previdência seja aprovada. Para além dessas questões, a PEC 6 representa uma verdadeira armadilha para as mulheres em geral, tendo-se em vista que não considera a dupla jornada de trabalho exercida por elas. Além disso, dificulta as regras para o acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) para as trabalhadoras mais pobres.

“Nos próximos dias, teremos agenda intensa de reuniões no Congresso, levando para os parlamentares as peculiaridades da reforma que prejudicam gravemente as trabalhadoras do País. Estamos concentrando esforços para garantir a oposição à PEC no Congresso e conseguirmos derrubar a proposta do governo”, anuncia Jussara. “Haverá mobilização da nossa parte até derrotarmos de vez esta ameaça”, completa. A Condsef/Fenadsef participa dessa luta ao lado do Fonasefe, MST, movimentos de trabalhadoras do campo e da cidade, entidades e centrais sindicais. Também assinam a convocação a Liderança da Minoria na Câmara, a Comissão em Defesa dos Direitos da Mulher e a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres.

 

Fonte: Condsef/Fenadsef

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.