a
HomeNotíciasCulturaNota de Repúdio – Trabalhadores e Trabalhadoras do Ibram

Nota de Repúdio – Trabalhadores e Trabalhadoras do Ibram

Nota de Repúdio – Trabalhadores e Trabalhadoras do Ibram

MUSEUS NA LUTA – 5 de outubro de 2018

 

 

Nota de Repúdio

 

Nós trabalhadores e trabalhadoras do Instituto Brasileiro de Museus, autarquia do Ministério da Cultura, criada pela Lei Federal n° 11.906, de 20 de janeiro de 2009, que tem a missão de promover a valorização dos museus e do campo museal a fim de garantir o direito às memórias, o respeito à diversidade e a universalidade de acesso aos bens musealizados, REPUDIAMOS a criação da Agência Brasileira de Museus, a extinção deste Instituto e a privatização das políticas públicas de museus.

O processo de mudança institucional imposto, sem diálogo com os trabalhadores e trabalhadoras, a sociedade civil organizada, o Sistema Brasileiro de Museus, o Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico, bem como todo o setor museológico, impossibilita a implementação da Política Nacional de Museus, a função social da memória e precariza a gestão, além de desrespeitar os profissionais que atuam nesse campo ao longo desses 200 anos de história museológica brasileira.

A mudança imposta por esse governo, a 25 dias das eleições, é ilegítima e contraria o dever constitucional do estado brasileiro de garantir o pleno exercício dos direitos culturais e acessos às fontes da cultura nacional.

Nossa pauta inegociável é a SUSPENSÃO IMEDIATA das medidas provisórias n°850 e n°851 e o urgente debate sobre os encaminhamentos da Política Nacional de Museus que vem sendo implementada desde 2003.

 

Trabalhadores e trabalhadoras do Instituto Brasileiro de Museus

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.