a
HomeNotíciasSenado volta a debater projeto que permite a demissão de servidores públicos

Senado volta a debater projeto que permite a demissão de servidores públicos

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado Federal volta a discutir, nesta terça-feira (dia 2), o projeto (PLS 116/2017) que estabelece regras para demissão do servidor público por “insuficiência de desempenho”. Na última reunião sobre o tema, realizada em maio, o senador Paulo Paim (PT-RS) pediu vista do texto e solicitou uma audiência pública com especialistas da área.

O projeto, da senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE), entre outros pontos, dizia no texto original que a responsabilidade pela avaliação de desempenho seria do chefe imediato. Durante a tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), o senador Lasier Martins (Pode-RS) fez um substitutivo ao projeto, para que o desempenho funcional dos servidores seja apurado anualmente por uma comissão avaliadora, analisando a produtividade e a qualidade do serviço, entre outros fatores. Também deverá ser garantido o direito ao contraditório e à ampla defesa. 

A relatora do projeto na CAS, senadora Juíza Selma (PSL-MT), recomendou a aprovação do texto proposto por Lasier Martins com uma emenda para estipular que o primeiro período avaliativo terá início em 1º de maio do segundo ano seguinte à entrada em vigor da lei.

Foram convidados para o debate o assessor parlamentar da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Neuriberg Dias, o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebele e o representante da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Roberto Santos. Também participarão o presidente do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), Rudinei Marques, o presidente da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil, João Domingos Gomes dos Santos; da ex-secretária de Planejamento e Gestão do Governo de Minas Gerais, Renata Vilhena e da economista Ana Carla Abrão.

 

  • Capa: Pedro França, Agência Senado

Fonte: Camilla Pontes, Jornal Extra

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.