a
HomeCovid-19Após STF dar prazo de 48 horas, Ministério da Saúde diz que seria “irresponsável” definir data de vacinação

Após STF dar prazo de 48 horas, Ministério da Saúde diz que seria “irresponsável” definir data de vacinação

Declaração foi feita pelo secretário-executivo da pasta, Elcio Franco, em vídeo gravado na sexta-feira como resposta a João Doria, mas que foi divulgado apenas neste domingo, após decisão de Ricardo Lewandowski

 

Após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, dar prazo de 48 horas a partir deste domingo (13) para que o governo Jair Bolsonaro (Sem partido) informe a data em que pretende dar início à vacinação contra a Covid-19, o Ministério da Saúde divulgou um vídeo em que o secretário-executivo da pasta, Elcio Franco, classifica como “irresponsável” especificar uma data para começar a imunização.

“Seria irresponsável darmos datas específicas para o início da vacinação porque depende de registro em agência reguladora, posto que só saberemos da segurança completa quando finalizados os estudos clínicos da fase 3”, disse Franco no vídeo, que foi gravado na sexta-feira (11) como resposta ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB), mas só foi divulgado após a decisão de Lewandowski.

A gravação marca mais um episódio da guerra da vacina travada entre Doria e Bolsonaro. No vídeo, o militar aposentado faz duras críticas ao governador, dizendo que o tucano está tendo “devaneios” e “sonhando acordado”.

—————————————————————————————–
  • Capa: Júlio Nascimento, PR

Fonte: Plinio Teodoro, Fórum

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.