a
HomeJurídicoAtenção servidores! Tentativa de golpe em nome de advogados do SLPG

Atenção servidores! Tentativa de golpe em nome de advogados do SLPG

O escritório de advocacia SLPG – Advogados e Advogadas informa que tomou conhecimento de que estão em andamento tentativas de golpe contra os servidores públicos que têm processo tramitando na justiça.

Os nomes dos advogados Gustavo Antônio Pereira Goulart e Emmanuel Martins, advogados que integram a equipe do SLPG na condição de sócios, infelizmente foram escolhidos para a tentativa de golpe.

Como funciona a tentativa de golpe?

Uma mensagem é encaminhada ao servidor via whatsapp por pessoa que se identifica com nomes falsos (André Martins e Fernando Costa foram alguns dos nomes utilizados, mas podem haver outros), se dizendo ser secretário dos advogados do escritório SLPG.

Para tentar enganar o servidor, o golpista apresenta o CPF do cliente, o número do processo em andamento e finaliza afirmando que houve uma autorização para realização do pagamento do processo.

Segundo as palavras do falsário:

Ocorre que as informações são falsas e por essa razão já foi feito um boletim de ocorrência com solicitação de investigação policial sobre o ocorrido na tentativa de encontrar os golpistas.

O escritório SLPG – Advogados e Advogadas informa que não entra em contato com os servidores por meio de celular particular para informar pagamentos.

As informações somente são repassadas nos dias de plantão nos sindicatos e em nenhuma hipótese se solicita depósito ou antecipação de quantias para a realização de pagamentos.

Se qualquer servidor receber mensagem com cunho semelhante nós pedimos que desconsiderem, não enviem documentos e jamais façam depósitos, pix, ou qualquer forma de pagamento requerida.

Na dúvida entre sempre em contato com o sindicato antes.

Seja esperto! Não caia no golpe.


 

Fonte: SLPG Advogados e Advogadas

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.