a
HomeNotíciasCUTCom atrações culturais, Dia do Trabalhador em SC vai pedir fim do governo Bolsonaro

Com atrações culturais, Dia do Trabalhador em SC vai pedir fim do governo Bolsonaro

Atos em Florianópolis, Chapecó, São Miguel do Oeste e Criciúma estão programando atividades para 1º de maio

 

Após dois anos de atividades virtuais, o 1º de maio em 2022 promete ser um grande dia de luta em defesa do emprego, dos direitos, da democracia e da vida. Em Santa Catarina, algumas cidades estão programando atos culturais que irão pedir o fim do governo Bolsonaro e dialogar diretamente com os problemas dos trabalhadores como as altas taxas de inflação e desemprego, a volta da fome e da carestia e os ataques aos direitos dos trabalhadores.

A presidenta da CUT-SC, Anna Julia Rodrigues, falou que este deverá ser um 1º de maio para dialogar com os trabalhadores e trabalhadoras sobre as consequências do governo Bolsonaro na vida do povo “Temos que mostrar para os trabalhadores como o governo Bolsonaro destruiu a vida do povo, acabou com o poder de compra, precarizou os empregos e fez a fome voltar”.

Em Florianópolis haverá atrações culturais e atividades de lazer no Largo da Alfândega, a partir das 10h.

Em Chapecó acontecerá um Café cultural do Dia do Trabalhador, com música, poesia e roda de conversa, no CERCOM (Sede Campestre SINDICOM), às 15h.

Em São Miguel do Oeste, para marcar os 18 anos de atuação do Movimento de Mulheres Trabalhadoras Urbanas, haverá uma programação com atividades culturais, música, almoço, bingo, das 9h às 14h, na Comunidade do Bairro São Sebastião.

Em Criciúma acontecerá o Festival da Democracia, celebração que ocorre no sábado (30), das 14h às 21h, no Parque Centenária, com música, atividades de lazer, debates políticos e piquenique coletivo.


 

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.