a
HomeCovid-19CPI da Covid quer convocar 10 governadores e prefeitos de 7 capitais

CPI da Covid quer convocar 10 governadores e prefeitos de 7 capitais

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado deve votar nesta 4ª feira (26.mai.2021) requerimentos para convocar governadores de 1o estados e prefeitos e ex-prefeitos de 7 capitais. O critério de escolha dos gestores foi definido pelos locais onde houve operações da Polícia Federal para investigar mau uso do dinheiro destinado ao combate à pandemia.

Os Estados alvos são: Waldez Góes (PDT), do Amapá; Wilson Lima (PSC), do Amazonas; Helder Barbalho (MDB), do Pará; Cláudio Castro (PSC), do Rio de Janeiro; Eduardo Leite (PSDB), do Rio Grande do Sul; Marcos Rocha (PSL), de Rondônia; Antonio Denarium (sem partido), de Roraima; Carlos Moisés (PSL), de Santa Catarina; e Mauro Carlesse (PSL), do Tocantins. O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), também deve ser convocado, mas nesse caso, a investigação foi deflagrada pelo Ministério Público do DF.

Já as capitais são: Aracaju (SE), Fortaleza (CE), Macapá (AP), Recife (PE), Rio Branco (AC), São Luís (MA) e São Paulo (SP). Podem ser convocados atuais prefeitos ou seus antecessores.

O ex-governador do Rio, Wilson Witzel, também deve ser convidado. Ele teve seu mandato cassado em abril após ter sido acusado de comandar esquema de corrupção na área da saúde durante a construção de hospitais de campanha. Witzel foi denunciado pela Polícia Federal por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Se aprovados os requerimentos, a ida dos gestores estaduais representará nova fase da comissão, que até o momento tem focado sua atuação em investigações contra o governo federal, especialmente o Ministério da Saúde. Os senadores, especialmente os governistas, querem investigar como foi usado o dinheiro repassado pela União aos Estados e municípios para combater a pandemia.


  • Capa: Edilson Rodrigues, Agência Senado

Fonte: Poder 360

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.