a
HomeNotíciasEm novo aceno ao centrão, Bolsonaro entrega comando da Funasa a indicado pelo PSD

Em novo aceno ao centrão, Bolsonaro entrega comando da Funasa a indicado pelo PSD

Presidência da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) será ocupada pelo comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais, coronel Giovanne Gomes da Silva, indicado para o cargo pelo líder do PSD na Câmara, Diego Andrade (MG)

Em um novo aceno ao centrão, Jair Bolsonaro entregou a presidência da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) a um indicado pelo PSD. O cargo, conforme o Diário Oficial da União, será ocupado pelo comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais, coronel Giovanne Gomes da Silva. 

A nomeação de Giovanne foi assinada pelo ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto. Ele assume no lugar de Márcio Sidney Sousa Cavalcante, que estava na chefia do órgão estava no cargo desde 9 de março. Cavalcante foi diretor-executivo da Funasa por dois anos. 

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, Silva foi indicado para o cargo pelo líder do PSD na Câmara, Diego Andrade (MG). O coronel, que é graduado pelo curso de formação de oficiais e pós-graduado em segurança pública, não possui experiência na área de saúde ou saneamento. 

A Funasa, que é vinculada ao Ministério da Saúde, promove ações de saneamento básico além de prevenção e controle de doenças em cidades de pequeno porte e nas zonas rurais. 


  • Capa: Marcos Corrêa, PR

Fonte: Brasil 247

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.