a
HomeNotíciasImposto sobre a herança dos super-ricos no Brasil é 8% e na Europa chega a 80%

Imposto sobre a herança dos super-ricos no Brasil é 8% e na Europa chega a 80%

O documento ‘Tributar os Super-ricos para Reconstruir o País’, que usa como base os dados da Receita Federal, traz um gráfico que mostra como os super-ricos no Brasil praticamente não pagam imposto sobre herança. Enquanto no Brasil, os super-ricos pagam no máximo 8% sobre a herança, nos países europeus esse valor pode chegar a 80%, como na Bélgica. Na Espanha, a tributação da herança dos super-ricos chega 64% e na França, 60%. Na faixa dos 50% estão Alemanha, Japão e Venezuela. Estados Unidos, Grécia e Holanda taxam a herança dos super-ricos em 40%.

O Brasil é um país de impostos desiguais (LINK).

O documento ‘Tributar os Super-ricos para Reconstruir o País’, organizado por entidades e organizações de fiscalização, elenca oito medidas que isentam a carga tributária dos mais pobres e pequenas empresas, fortalece estados e municípios e amplia a contribuição apenas para os 0,3% mais ricos, que atualmente pagam proporcionalmente menos impostos que os demais. O objetivo do documento é estabelecer medidas para auxiliar a reduzir a desigualdade e tornar o sistema tributário brasileiro progressivo.


 

Fonte: Carta Campinas

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.