a
HomeNotíciasGovernoMídia internacional repercute os 500 mil mortos por Covid-19 e as manifestações contra Bolsonaro

Mídia internacional repercute os 500 mil mortos por Covid-19 e as manifestações contra Bolsonaro

Segundo levantamento publicado pelo site britânico da BBC News, “o trágico número de 500 mil brasileiros mortos em decorrência da Covid-19 registrados no sábado (19) e os protestos contra o presidente Jair Bolsonaro ocuparam as páginas dos principais veículos internacionais neste fim de semana”.

“Brasil ultrapassa marco sombrio de 500 mil mortes por Covid-19 em meio a protestos contra a resposta de Bolsonaro”, estampou o título do jornal britânico The Independent. A foto que ilustrou a matéria é de uma mulher em uma manifestação com a frase “Fora Bolsonaro” estampada na sua máscara.

Outro jornal britânico, The Guardian, registrou que os protestos contra Bolsonaro ganham “impulso” no país e relata que “o presidente brasileiro está sendo investigado no Congresso porque seu governo ficou para trás na aquisição de vacinas, mas incentivou o uso de drogas ineficazes como a cloroquina”.

“A tentativa do presidente de minimizar a doença”

Já o espanhol El País publicou reportagem no sábado destacando como os “meio milhão de mortos” pelo coronavírus compõem o segundo maior número do mundo. “O triste marco de 500.000 mortos é chocante. O único país onde mais pessoas perderam a vida devido à doença foram os Estados Unidos”.

A informação de que o Brasil se tornou o segundo país do mundo a superar 500 mil mortos por Covid, depois dos EUA, também foi destaque no jornal The Times of Israel. Já o ianque The Washington Post apontou que a tragédia é atribuída “à tentativa do presidente Jair Bolsonaro de minimizar a doença”.

Reportagem do Al Jazeera entrevistou especialistas que garantem que o número de mortes ainda está em alta no país. Ele também registra as críticas feitas ao governo de Jair Bolsonaro por ter “perdido oportunidades de comprar vacinas”. E relata que “manifestantes em todo o país pediram a saída do presidente” nas marchas e atos deste sábado.

BBC ainda destaca o título do argentino El Clarín: “Brasil superou os 500 mil mortos por coronavírus e manifestantes repetem marcha contra Jair Bolsonaro”. O jornal informa que “milhares de pessoas voltaram a sair às ruas para protestar contra Bolsonaro, a quem chamam de ‘genocida'”. O fascista nativo está mal na fita da mídia internacional!


 

Fonte: Altamiro Borges, Barão de Itararé

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.