a
HomeNotíciasDireitosNenhuma gota de sangue a mais!

Nenhuma gota de sangue a mais!

Em assembleia realizada nesta segunda (20), os servidores da Coordenação Regional da Funai da Grande Florianópolis decidiram paralisar suas atividades no próximo dia 23

 

Seguindo a deliberação nacional das entidades – INA, ANSEF, CONDSEF e seus sindicatos filiados – por meio da Plenária Nacional Extraordinária realizada na última sexta-feira (17), os servidores da FUNAI de Santa Catarina decidiram de forma veemente participar do Ato Nacional do dia 23.

A mobilização acontecerá em todo o país e cobrará providencias do governo e denunciará a violência, o descaso e o abandono nas comunidades indígenas. O servidores catarinense estarão reunidos na capital, às 16 horas, na frente da Catedral Metropolitana de Florianópolis.

É consenso entre os servidores que o assassinato do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips expressa todo o desmonte da política indigenista, que é a razão da existência do órgão. O esvaziamento do orçamento e do número de servidores é parte do projeto de destruição promovido pela militarização dos cargos estratégicos. A perseguição e o assédio impedem os servidores de exercerem suas funções.

Os servidores exigem a saída imediata do presidente do órgão, o delegado da PF, Marcelo Xavier. Marcelo está há três anos no cargo e tem apoio e aprovação de duas fortes bancadas no Congresso: a bancada da bala e dos ruralistas. Para os servidores, não basta apenas a saída do atual presidente, mas sim que seja substituído por algum servidor de carreira, comprometido com a pauta indígena, e não um substituto bancado por interesses “anti-indigenistas”.

 

Queremos uma Funai indigenista e para os povos indígenas, JÁ! Demarcação das terras indígenas! Não ao marco temporal!

Confira o manifesto dos servidores da Funai em defesa dos indigenistas e da instituição.

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.