a

Pária

‘Traidor da Constituição é traidor da Pátria. Conhecemos o caminho maldito. Rasgar a Constituição, trancar as portas do Parlamento, garrotear a liberdade, mandar os patriotas para a cadeia, o exílio e o cemitério. Temos ódio à ditadura. Ódio e nojo’.”

 

Evocando o memorável discurso de Ulysses Guimarães, ao promulgar a Constituição de 1988, deparamo-nos, sem qualquer surpresa, com mais uma atitude passível no mínimo de Impeachement do presidente da República. Segundo o site dos EUA, Bloomberg, Bolsonaro teria pedido “ajuda” para sua reeleição ao presidente norte americano Joe Biden. A solicitação teria acontecido a portas fechadas em uma reunião privada durante sua ida à esvaziada Cúpula das Américas.

O Artigo 4 da Constituição Federal trata das relações internacionais citando a NÃO interferência internacional em questões internas. A atitude lesa-pátria de Bolsonaro seria apenas mais um pedido de impeachement na lista do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, que acompanhou o presidente no encontro. As incitações à interversão militar, os ataques ao STF, as “propagandas” de remédios sem eficiência comprovada contra a Covid e as bravatas colocando em cheque as urnas eletrônicas, são alguns dos itens que compõem os quase 150 pedidos “engavetados” pelo presidente da casa.

Toda essa atitude imoral e anticonstitucional de Bolsonaro é somada ao desmonte das políticas públicas durante a pandemia, que já supera 670 mil mortos. A semana começa com a notícia de 2 dois corpos encontrados amarrados à uma árvore, que seriam jornalista britânico Dom Phillips e do especialista indígena brasileiro Bruno Pereira, mas ainda não foram identificados.

Exatamente do mesmo modo que o Presidente da República mostrou total desprezo pelas mortes pela Covid, mostra pela fome, que atinge 33 milhões de brasileiros, ele mostra em suas declarações pelo desaparecimento de Dom e Bruno. Todo o descaso e a lentidão para começar as buscas repercutiu mundialmente. Se confirmado a morte dos dois, a imagem do Brasil será ainda mais desgastada, e a pressão internacional por explicações serão iminentes.

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.