a
HomeNotíciasFunaiPF prende suspeitos de ocultar corpos de Bruno e Dom no Vale do Javari

PF prende suspeitos de ocultar corpos de Bruno e Dom no Vale do Javari

Dos sete presos, três são familiares de Amarildo Oliveira, o Pelado, que confessou ter cometido os assassinatos

 

A Polícia Federal cumpriu sete mandados de prisão em uma operação contra pesca ilegal em áreas indígenas do Vale do Javari, no Amazonas, neste sábado (6). A região é onde o indigenista Bruno Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips foram mortos há dois meses, em 5 de junho. Um filho de Amarildo da Costa Oliveira, o “Pelado”, suspeito de participação nos assassinatos, foi preso.

Os alvos da operação são integrantes de um grupo que atua com pesca ilegal na terra indígena Vale do Javari e nas imediações.

Segundo a PF, eles são ligados a Amarildo Oliveira, o Pelado, denunciado pelo MPF (Ministério Público Federal) por ter participado do assassinato de Bruno e Dom, e a Ruben Villar, o Colômbia, investigado por participação em esquema de pesca na região. Os mandados de prisão preventiva foram expedidos pela Justiça Federal.

:: Presidente da Funai é expulso a gritos de evento indígena na Espanha; assista ::

 

Amarílio de Freitas Oliveira, conhecido como “Dedei”, filho de Pelado, foi preso em uma danceteria em Atalaia do Norte, cidade do Amazonas que detém parte do território do Vale do Javari.

A PF também prendeu outros dois irmãos de Amarildo.

A operação da PF ocorre em Atalaia do Norte, em comunidades ribeirinhas próximas, e nas cidades de Benjamim Constant, outro município próximo.

Leia também: Intimidação, ameaças e exílio: trabalhadores da Funai enfrentam desmonte cotidiano

 

Pelado e Colômbia estão presos preventivamente em Manaus. 

No último dia 21, o Ministério Pùblico denunciou três pessoas pelo assassinato de Bruno e Dom. A denúncia foi recebida pela Justiça Federal em Tabatinga (AM), o que fez com que os três envolvidos se tornassem réus.

Foram denunciados sob acusação de duplo homicídio qualificado e ocultação de cadáver Pelado; Oseney de Oliveira, o Dos Santos, irmão de Pelado; e Jefferson da Silva Lima, o Pelado da Dinha, casado com uma parente dos dois.


  • Capa: No dia 05 de junho, Bruno e o jornalista britânico Dom Phillips desapareceram/Foto: Reprodução

Fonte: Mauro Lopes, Revista Fórum/Brasil de Fato

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.