a
HomeNotíciasCulturaRegina Duarte diz ‘sim’ a Bolsonaro e assumirá a Secretaria de Cultura

Regina Duarte diz ‘sim’ a Bolsonaro e assumirá a Secretaria de Cultura

Ainda é incerto, contudo, se o governo se comprometeu a transformar a pasta em ministério, uma sugestão interna estudada para prestigiar a atriz

 

A atriz Regina Duarte disse ‘sim’ e vai assumir a Secretaria Especial de Cultura. Após reunião com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, ela confirmou à imprensa que aceitou o convite para chefiar a política cultural nacional. “Sim, mas, agora, vão correr os ‘proclamas’ antes do casamento”, declarou, na saída do Palácio do Planalto. 

Os ‘proclamas’ citados por Duarte fazem referência ao Edital de Proclamas, documento emitido pelo cartório quando os noivos dão entrada em um casamento civil. A certidão é exigida apenas nos casos em que ambos os nubentes residirem em bairros ou cidades diferentes. Na analogia utilizada, ela sinaliza que faltam apenas os trâmites convencionais, no caso, a publicação no Diário Oficial da União.

O Planalto confirmou Duarte pelo Twitter. “Após encontro com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, Regina Duarte aceitou o convite para assumir a Secretaria Especial de Cultura”, destacou o perfil oficial TV BrasilGov. Ainda é incerto, contudo, se o governo se comprometeu a transformar a pasta em ministério, uma sugestão interna estudada para prestigiar a atriz. 

A artista chegou por volta das 16h10 no Planalto. Em rápida conversa com a imprensa, na ocasião, respondeu enigmaticamente, mas ponderando que, de toda forma, gostaria de continuar com o apoio da imprensa. “Para o ‘sim’, para o ‘não’, para o ‘talvez’, preciso de vocês. Ó, rimou, hein? Para o ‘sim’, para o ‘não’, para o ‘talvez, preciso de vocês”, disse, antes de subir no elevador.  

Reforço de alto nível

Mesmo com o ‘sim’ dito pela própria futura secretária da Cultura, os posicionamentos oficiais das assessorias de comunicação confirmam o convite por linhas distintas. A Secretaria de Imprensa da Presidência (SIP), por exemplo, usou um tom menos assertivo, ao citar ‘avanço’ de uma ‘nova fase’ do ‘noivado’. “O presidente Jair Bolsonaro esteve na tarde desta quarta-feira com a atriz Regina Duarte, no Palácio do Planalto. Ambos consideram, neste momento, o avanço de uma nova fase do noivado, com trâmites preparatórios oficiais para o casamento”, informou a nota.

Já a assessoria do Ministério do Turismo foi mais afirmativa. “Regina Duarte é a nova secretária Especial da Cultura”, comunicou, logo na primeira frase. A nota tem uma atribuição ao titular da pasta, ministro Marcelo Álvaro Antônio. “O convite feito pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, foi aceito nesta quarta-feira. Desta forma, a atriz passa a responder pela secretaria responsável pelo desenvolvimento das políticas culturais do país”, acrescentou. 

A nota destaca, ainda, que a atriz tem uma ‘carreira sólida e de muito sucesso na dramaturgia brasileira’. “Trata-se de um reforço do mais alto nível para compor o time do governo federal. Turismo e Cultura são atividades com uma forte sinergia que mostram ao mundo o que o Brasil tem de melhor, além de terem um alto potencial de geração de emprego e renda em nosso país e é sob essa perspectiva que trabalharemos fortemente e tendo essa importante parceira em nossa equipe. Tenho certeza que ela será bem sucedida nesse novo desafio e que teremos excelentes resultados”, ponderou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. 


  • Capa: Sérgio Lima, AFP

Fonte: Ingrid Soares e Rodolfo Costa, Correio Braziliense

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.