a
HomeNotíciasMulheresSão José inicia Lunas, programa para distribuição de absorventes menstruais a 5 mil mulheres

São José inicia Lunas, programa para distribuição de absorventes menstruais a 5 mil mulheres

Programa “Lunas” foi instituído em SJ para atender àquelas em situação de vulnerabilidade

 

Foi instituído nesta quinta-feira (11/11), em São José, o Programa Lunas, que fará a distribuição de absorventes menstruais para mulheres e homens trans que menstruam em situação de vulnerabilidade.

A ação será através da Secretaria Municipal de Saúde, que vai proceder com a entrega dos kits de higiene para as pessoas que menstruam e não possam pagar pelo material, como adolescentes, pessoas que menstruam, mulheres em idade reprodutiva e que estejam no âmbito da rede de atenção primária à saúde. A continuidade da distribuição de absorventes deverá ser reavaliada a cada 12 meses a contar da data do cadastro no programa.

Dentro do programa Lunas haverá cinco eixos: identificação da situação vulnerável e cadastramento, consultas e acompanhamento médico, testagem de infecções sexualmente transmissíveis, exames de colo de útero e mamografias, e a redução de gravidez indesejada em mulheres com condição de vulnerabilidade socioeconômica.

Segundo a prefeitura, o programa pode atender em um primeiro momento 5.086 mulheres e 11 homens trans que vivem em situação de vulnerabilidade e que vão receber o auxílio federal (ainda sem funcionamento, previsto para 17/11), cadastrados no serviço ou que realizam acompanhamento na rede de atenção primária à Saúde e Ambulatrans.

 

Prefeito Orvino Coelho de Ávila institui em São José o Programa Lunas

Prefeito Orvino Coelho de Ávila institui em São José o Programa Lunas – Jeferson Regis/PMSJ/Divulgação/CSC

Fases da lua

A secretária de Saúde, Sinara Simioni, explica que o nome do projeto tem relação com as fases da lua. “O programa recebe esse nome pois foi inspirado no termo em latim “Lunas”, que está relacionado às fases da lua e sua relação com o ciclo menstrual que da mesma maneira, ocorrem ao longo de 28 dias. Com isso, compreendemos os múltiplos significados atrelados ao termo Luna, para este programa, já que representa as múltiplas histórias e a singularidade de cada pessoa”.

O prefeito, Orvino Coelho de Ávila, após o ato de assinatura do decreto nessa quinta, falou dos objetivos gerais do projeto quanto política pública para a saúde das pessoas que menstruam residentes em São José: “O Programa Lunas foi construído a partir da necessidade de reduzir as desigualdades e promover a equidade, sendo um dos princípios básicos do SUS, e a assistência às pessoas em vulnerabilidade durante o período menstrual. a Prefeitura e a Secretaria de Saúde de São José compreendem a relevância de propor meios para fomentar o acesso e a dispensação de absorvente menstrual a partir da rede de atenção primária a saúde”.


 

Fonte: Correio de Santa Catarina

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.