a
HomeNotíciasServidores continuarão na LUTA pra barrar a PEC 32

Servidores continuarão na LUTA pra barrar a PEC 32

Despois das manobras vergonhosas, a comissão especial que analisa a Reforma Administrativa aprovou o texto base por 28 votos a favor e 18 contra. A sessão que durou mais de dez horas, teve oito membros substituídos, sete pareceres, anulação de proporcionalidade e a ampliação do número de membros da comissão (de 41 para 47) até que conseguissem aprovar a proposta.

O indecoroso enredo mostra a pressa e o desespero do relator e da base governista em aprovar essa reforma, que tem em sua essência a privatização, precarização e destruição do serviço público, prejudicando ainda mais os serviços essenciais entregues pelo Estado à toda a população.

Entre os pontos mais polêmicos estão: a redução de jornada de trabalho e do salário em 25%; os acordos de cooperação da União, dos estados e municípios com empresas privadas para execução de serviços públicos – o que da abertura para “privatização” dos serviços, impactando na abertura de concursos públicos, e o prazo máximo para a contratação de servidores temporários na administração pública será de 10 anos (anteriormente era 6) e a definição de carreiras exclusivas de Estado.

A proposta continua não combatendo os privilégios, já que juízes, promotores e procuradores seguiram de fora das mudanças.

As manifestações em Brasília e nos estados, assim como a pressão nas redes sociais devem continuar para que essa proposta não tenha os 308 dos 513 votos suficientes para passar no Plenário.

Em Florianópolis, o Fórum dos Servidores Públicos de Santa Catarina, que reúne mais de 25 sindicatos, se manifestou colocando uma gigante faixa, de mais de 40 metros no cartão postal da capital catarinense, a Ponte Hercílio Luz. Há uma semana após terem sido impedidos pela Polícia Militar de se manifestarem, os servidores públicos retornaram ao local na manhã desta quinta-feira, 23 de setembro, e estenderam uma faixa contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/20, a chamada “Reforma Administrativa”, do governo federal.

O ato é uma forma de demonstrar a total insatisfação com a Reforma, alerta e mobilizar os servidores do Estado e conscientizar a população que esta LUTA é em defesa dos direitos de todos os cidadãos brasileiros e que só a derrubada da PEC interessa!

 

#PEC32NÃO

 

Share With:

andrade@sintrafesc.org.br

Sem comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.