a
HomeView All Posts (Page 2)

“O que houve foi descaso e crime. O dinheiro foi mal gasto e mal planejado", afirmou Júnior Yanomami, presidente da Urihi Associação Yanomami ao O Globo   Uma reportagem publicada nesta terça-feira (24) pelo diário carioca O Globo, de autoria do jornalista Alvaro Gribel, revelou dados estarrecedores sobre o descaso generalizado e aparentes ilegalidades e irregularidades gritantes cometidas pelo governo de Jair Bolsonaro (PL) no que diz respeito às políticas para proteção e assistência dos povos indígenas brasileiros. O mundo está chocado desde

Principal motivo da crise humanitária vivida pelos yanomami, segundo especialistas, o garimpo ilegal não é novidade na terra indígena, que enfrentou pela primeira vez a sanha de depredadores na década de 1980. A nova invasão, porém, atingiu níveis inéditos de crescimento nos últimos anos: explodiu 3.350% apenas entre 2016 e 2020, aponta o MapBiomas, rede colaborativa de mapeamento de solo, fogo e água. A situação tende a ter se agravado de lá para cá. Relatório de entidades socioambientais com atuação na região

Hoje, só não paga imposto de renda quem recebe salário de até R$ 1.903,98. Como a tabela não é corrigida desde 2015, apenas 8 milhões estão isentos do pagamento do IRPF, segundo cálculos da Unafisco Nacional   Promessa do presidente Lula (PT) de isentar de Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) quem ganha até R$ 5.000 pode beneficiar 28 milhões de trabalhadores, aposentados e pensionistas que hoje têm o imposto descontado nas folhas de pagamento. Atualmente, só não paga imposto quem recebe

As inscrições nazistas e fascistas estão no coração dos grandes e pequenos artífices, que abraçaram a dança da morte em cada dia da sua vida degradada   Por Tarso Genro   Tento, no presente texto, contribuir para o debate que já começou sobre a perplexidade “ampliada”, já em voga de maneira acelerada, sobre a barbárie bolsonarista e os seus efeitos cada vez mais visíveis na nossa subjetividade brasileira “cordial”, que irá nos acompanhar ainda por muito tempo. Trata-se de um texto de memória, mais de

O montante de recursos previstos para reajustes (R$ 14,95 bi) representam apenas 0,58% do valor previsto para o pagamento de juros e amortizações da dívida pública federal neste ano (R$ 2,559 tri)   O Anexo V da Lei Orçamentária para 2023, sancionada pelo Presidente Lula, mostra que estão previstos apenas R$ 14,95 bilhões para a “concessão de vantagem, alteração de estrutura de carreiras e aumento de remuneração” dos servidores públicos federais neste ano, dos quais R$ 11,5 bilhões se referem ao Poder

Antes de ser assassinado em 2022, indigenista foi exonerado após comandar "a maior destruição de garimpo do ano"   O indigenista Bruno Pereira foi exonerado do cargo de coordenador-geral de Indígenas Isolados da Fundação Nacional do Índio (Funai) em outubro de 2019, logo após comandar uma série de ações de combate ao garimpo ilegal em terrar Yanomamis. Três anos ais tarde, Pereira seria assassinado no Vale do Javari por sua atuação na defesa de povos originários contra criminosos ambientais. A demissão de Pereira, que era

Entenda mudanças práticas e simbólicas com novo Ministério que tentará superar 500 anos em quatro   O antropólogo Darcy Ribeiro externou na década de 50 uma preocupação assustadora: os povos indígenas do Brasil estavam sendo levados ao desaparecimento. Não era alarmismo. A população estimada pela Funai em 3 milhões, antes da chegada dos colonizadores, havia caído para 70 mil em 1957.  Por isso, não foi meramente retórica a declaração de Sonia Guajajara ao tomar posse, no dia 11 de janeiro de 2023, como a primeira ministra dos

Presidente reconheceu situação difícil da categoria, há sete anos sem reajuste, reforçou que seu governo será pautado no diálogo e na negociação e pediu paciência, mas também mobilização e cobrança para que os avanços aconteçam   A Condsef/Fenadsef participou do encontro entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, com as Centrais Sindicais, entre elas a CUT, que aconteceu nessa quarta-feira, 18, em Brasília. Todas as centrais levaram temas importantes e que fazem

A ação foi movida pelo uso indevido de dinheiro público por meio de atos administrativos com desvio de finalidade     No último dia 17 de janeiro uma ação popular contra o Estado de Santa Catarina foi movida por cidadãos catarinenses, dentre eles Luiz Fernando Silva, sócio fundador da SLPG Advogados & Advogadas, a acessória jurídica do Sintrafesc. A ação popular é um “instrumento judicial de exercício direto da soberania, com caráter cívico, que viabiliza que o cidadão controle a legalidade dos atos

Após relatório da Oxfam, que escancara extrema desigualdade no planeta, 200 bilionários globais pedem tributos contra a desigualdade e endossam papel do Estado sobre a economia. Estão em treze países. Adivinhe um que faltou…   Um grupo de cerca de 200 milionários e bilionários de 13 países publicou, nesta quarta 18, uma carta aberta em que pedem que os governos aumentem os impostos sobre eles. A informação foi antecipada pelo jornalista Jamil Chade, do UOL. O documento, intitulado “O Custo da Extrema Riqueza”,